Zapeando a vice, vi uma matéria em que um perfil do Twitter lançou suas apostas do rap nacional para o ano de 2018. Hoje, no auge da meu tédio (afinal sou uma jornalista recém-formada, recém-desempregada e recém-surtada de tanto enviar currículo e fazer freela. Aliás, aproveitando o post: se alguém tiver um empreguíneo, me chama, me liga, tamo aê), resolvi que teriam as minhas apostas para 2018, só que no rap capixaba.
Afinal: mina também ouve rap, mina também entende de rap e tem MUITO capixaba bom no rap.

Para fazer jus ao meu emprego neste lindo site (alô alô @rod não me mande passar no RH), eu lanço aqui as minhas 5 apostas do rap capixaba para 2018. Não vou dizer que eles estourarão no cenário nacional ou coisa do tipo, mas cravo meu palpite de que se isso não ocorrer, porque talento para isso eles têm de sobra, pelo menos garantirão um ano de muito trabalho e música boa em nossos fones. Se liguem:

5 – Melanina MC’S

Soa quase idiota chamar as minas de aposta quando elas já aconteceram faz tempo. Falando em rap capixaba, é bem difícil não citar elas. Ainda assim, é válido ressaltar que Afari, Geeh, Lola e Mary Jane já botaram vários trampos irados na rua e que ao que tudo indica, pretendem voltar ainda mais pesadas esse ano. Com um rap falando sobre a vida, as lutas e é claro, sobre música, é sempre bom ficar de olho no que o quarteto lança.

4- Solveris

O também quarteto, vindo de Vila Velha, poderia facilmente ser tachado de “one-hit wonders” assim que saiu CherryBlossom. Mas quem acompanha Morena, Dok, Leozin e Magro, já sabia que havia muita lírica, flow e por que não soul? Embaixo dessas cerejeiras. Buscando conquistar cada vez mais espaço na cena, eles lançaram recentemente o single Pássaros, com participação do rapper Manauara Victor Xamã e prometem muito trabalho para 2018, com o lançamento do disco Vida Clássica. O jeito é aguardar e torcer por muitos hits nos nossos fones (quero ficar bem Solveris esse ano, Brasel!!!)

3- Budah

A jovem chegou tímida na cena, mas com apenas duas músicas lançadas já deixou todos nós pedindo muito mais. Com uma voz cheia de atitude e rimas certeiras, é difícil não pensar em alguns nomes gringos para comparar Budah. Além disso, com o cenário do rap nacional abrindo espaço para os talentos femininos, apostar na jovem é também torcer para que em 2018 as minas segurem menos refrões e soltem mais as vozes.

4- MAC Crew

Preciso começar esse texto confessando algo: eu acho eles mega fofinhos, Brasel. Independente disso, é nítida a energia dos moleques e a criatividade nas rimas. Apesar da pouca idade, se tornou uma das minhas apostas justamente por trazerem esse mix de tratar de problemas sociais, da rotina, etc, mas também de “gastar e dar um rolê”.
A MAC consegue trazer esse lado mais “leve” e até mesmo “adolescente” para seus raps e faz jus a nossa expectativa.

1- Jamal

“Ele é tão bom que nem parece capixaba”. Ouvi isso de uma amiga ao mostrar o som do Jamal para ela. Fiquei com uma pontinha de raiva, afinal, sabemos que o ES exposta muitos talentos, mas compreendo o pensamento dela. O jovem mostra a que veio com um R&B melódico e beem romântico, algo quase que inédito para a cena capixaba. O fato de ser novinho (não deve chegar aos 22 anos, chuto eu), transforma o talento e a maturidade das letras de Jamal em algo ainda mais impressionante. Não à toa ganha o meu primeiro lugar e a minha torcida para mais sons iguais a “Espero que você goste” (afinal, queremos atualizar a playlist da bad de 2018, né, mores). Mais do que isso, deixo o recado: ouçam Jamalzinho e divulguem muito a música capixaba. É isso.

COMPARTILHAR
Barbara Nascimento
Se Ludmilla é a danada e Anitta a malandra, a estabanada sou eu. Jornalista recém-formada, não é flor que se cheire, apaixonada pelo mar, mas sem a menor vocação para sereia, consumidora frenética de música, que lê até para-choque de caminhão e fotografa tudo aquilo que acha interessante. Adora meter o bedelho e dar opiniões sobre tudo (mesmo que nem sempre tenha a razão), inclusive rap. Não ter modos e nem paciência é o meu maior charme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here